domingo, 5 de outubro de 2008

Ordem dos Cavaleiros Astronômicos

A Ordem dos Cavaleiros Astronômicos é um grupo de jovens inteligentes, pretensiosos e megalomaníacos fundado para (i) ser um clubinho de pessoas parecidas que se divertiam entre si, e (ii) mudar o mundo.
Suas principais inspirações foram:
  • o Grupo de Copenhagen da Física Quantica (Niels Bohr, Werner Heisenberg, Wolfgang Pauli, Carl Friedrich von Weizsäcker, etc.);
  • os Cavaleiros Atômicos da Távola Redonda, da série Heróis Renascem da Marvel Comics (Bruce Banner, Tony Stark, Reed Richards, Victor Von Doom, etc.);
  • o Bourbaki;
  • os Cavaleiros Teutônicos.
A lendária fundação do grupo remonta aos fins do ano de 2003, quando seus cinco lendários fundadores iniciaram suas graduações (em física) e pretendiam começar a mudança do mundo pela mudança do contato com novos alunos na Olimpíada Brasileira de Astronomia. Relatos de memória, entretanto, apontam a fundação "cerimonial" da Ordem para o início de 2005, por apenas quatro dos cinco ditos "fundadores" (segundo as Lendas de Ho-Bah, seria o tempo em q o Cavaleiro Negro estava perdido nos campos cerrados vivendo entre orcs matemáticos).

Todo o registro material da Ordem se baseia no compêndio literário conhecido como As Lendas de Ho-Bah, que narram as aventuras dos Cavaleiros Astronômicos em suas batalhas e em seu trabalho de proteção do lendário reino de Ho-Bah (não é um RPG!!!). Existem poucos exemplares destas lendas atualmente, nas mãos dos antigos Cavaleiros e em algumas poucas outras. Oficialmente, as Lendas de Ho-Bah se encerraram com a Lenda do Fim da Ordem; mas ainda hoje existem novos capítulos sendo escritos, alguns mais e outros menos reconhecidos.

Membros

De acordo com a Lenda, catorze cavaleiros foram nomeados no total, os cinco primeiros dos quais sendo seus fundadores. HannoH era tido como o Conselheiro Imperial e Conselheiro da Ordem. Os membros são:
  • Heisen, o Cavaleiro Roxo (ou Cavaleiro Imperial)
  • Lhünlindeion, o Cavaleiro Vermelho (ou Cavaleiro Protetor de Bijer-Titvo)
  • Celis, o Cavaleiro Laranja
  • Bagdonas, o Cavaleiro Azul
  • o Cavaleiro Negro (ou Cavaleiro Perdido)
  • Echelmeier, o Cavaleiro Verde
  • [Carla], a Cavaleira Rosa
  • Naminoshi, o Cavaleiro Branco
  • Farblos, o Cavaleiro Incolor (ou Cavaleiro Virtual)
  • Eis, o Cavaleiro Cinza
  • Putnik, o Cavaleiro Cobalto
  • Markh-Maan II, o Cavaleiro Marrom
  • Assiz, o Cavaleiro Flicts
  • Rael Erkírion, o Cavaleiro Índigo

O Fim

O fim da Ordem se deu abrupta e agressivamente nos meses de Inverno de 2007; uma lenda alternativa atribui este processo à loucura do Cavaleiro Roxo, que havia se renomeado Divino Cavaleiro Dourado e então destruíra tudo à sua volta, até sucumbir à própria destruição. O fim oficial deu-se apenas poucos dias depois da última nomeação, a de Rael Erkírion. Mas há críticas a este processo: Assiz e o Conselheiro HannoH nunca deram legitimidade ao fim da Ordem, e Rael Erkírion, adepto de posturas mais espiritualistas, insiste que "o fogo da Ordem ainda queima em todos os nossos corações".

Contudo, o legado da Ordem (que não era pouco), não podia ser deixado ao Léo. Por isso, cinco dos cavaleiros originais (Heisen, Lhünlindeion, Farblos, Assiz e Rael Erkírion) resolveram continuar trabalhando pela Olimpíada, começando de novo, com um novo grupo e resgatando o lado prático (trabalho!) da proposta original. Para isso uniram-se a outro grupo, formado nos tempos do fim da Ordem: o Chalé 22 (composto por Campagnolo, Samoth e Alen). Estes oito então fundaram o grupo que recebeu o nome oficial de CCD (Comitê Científico e Didático) da OBA. (Sim, as siglas são um espetáculo à parte!)

Os membros do Chalé 22 eram muito mais dispostos para o trabalho e muito mais astronômicos, mas também talvez menos nerds, e menos viciados no motor de nonsense que moviam os membros da Antiga Ordem. Enquanto os restantes destes mantiveram suas cores originais, aqueles sequer chegaram a querer cores ou nomes-fantasia interessantes (para além de anagramas dos próprios nomes "reais"). Por isso, embora o CCD tenha se tornado um grupo muito mais efetivo em termos de trabalho e realização concreta, faltava a ele, talvez, a parte dos sonhos utópicos e megalomaníacos que moviam o grupo original - o então "Núcleo de Antiga Ordem do CCD".

Foi este espírito utópico, megalomaníaco e nonsense que motivou a fundação desta enciclopédia, como mais uma das iniciativas de preservar as ideias e a memória deste grupo de jovens. Afinal, tanto tempo gasto em discussões minuciosas e completamente inúteis tinha que ser pelo menos minimamente registrado.


Versões Alternativas

Embora não totalmente reconhecidas, foram produzidas versões alternativas das Lendas de Ho-Bah (vide a célebre Lenda do Futuro do Cavaleiro Cobalto), bem como versões alternativas da própria Ordem dos Cavaleiros Astronômicos.

Um exemplo é a AstroCorp., uma empresa com jovens aprendizes que se juntaram para fazer de tudo em nome dos lucros da sua empresa! Outro é a Ordem dos Ursinhos Astronômicos, a versão infantil/ gay da Ordem original. Nela, cavaleiros ganhavam versões mais cute (Cavaleiro Roxo = Ursinho Lilás; Cavaleiro Vermelho = Ursinho Moranguinho), e o Conselheiro Imperial se tornava a Vovó Ursa. Mas a versão mais degradante de todas foi a [Conteúdo Removido pelos Administradores]

5 comentários:

Lhünlindeion disse...

viu léo, não podiamos deixar o legado da ordem com vc!

Maria Alice disse...

E a Ordem dos Cavaleiros Astronômicos possuía segredinhos assim como os Cavaleiros Templários!? :)

Fabricio disse...

2 perguntas importantes:

E quais seriam os segredinhos dos ursinhos astronômicos? E... qual foi esse conteúdo removido!!???

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Felipe Villar disse...

That awkward moment when your younger brother tells you he read something about your past online.